Glowing Tree - Bucolic


Com uma capa enigmática e interessante, feita pela artista americana Jolene Casko, o GLOWING TREE marca sua estreia com “Bucolic”, uma obra maravilhosa que traz 10 excelentes composições que irão encher de alegria os fãs do Rock e, principalmente, os admiradores do Progressivo.

Tudo aqui soa de extremo bom gosto. Desde a já mencionada arte até a qualidade de gravação, produção e, o mais importante, a sonoridade em si. O ouvinte apreciará ótimos riffs, bons solos, vocal marcante e bem claro, passagens climáticas belíssimas e músicas agradáveis de ouvir. Literalmente falando conseguimos embarcar em uma experiência musical carregada de emoções. 

Tarefa complicada elegermos algum destaque musical, pois tudo soa imponente. De qualquer forma, as seguintes composições foram mais marcantes: “Animals (This Sounds Black!)”; “Johnny Parker” com um baixo incrível e que rendeu também um clipe; “Psycho Paper”; “Slacker Generation”, música que tem uma ponta de melancolia; “Goodbye” que, com chave de ouro, encerra o trabalho de forma grandiosa.

Quando o álbum termina fica nítido o quanto ele foi planejado, estudado e estruturado. É bem pensado, com músicas e músicos entrosados, composições feitas com muita emoção. E talvez este último item seja o ingrediente essencial para fazer a diferença e tornar “Bucolic” um trabalho sensível e perfeito. Recomendadíssimo aos amantes do gênero e aos que apreciam música feita com o mais absoluto tesão.

Nota – 10

Banda: Glowing Tree
País de Origem: Brasil
Título do álbum: Bucolic
Ano: 2018
Estilo: Rock Progressivo
Gravadora: Independente

Line-up:

Jean Felipe – Vocal/Guitarra/Baixo/Bateria/piano e orquestrações
Marcelo Costa – Bateria
Fabio Fiore – Piano e orquestrações

Faixas:

1. Animals (This Sounds Black!)
2. Johnny Parker
3. Reasons to Cry
4. Psycho Paper
5. Slacker Generation
6. Half Dead Boy
7. Unfinished Subjects
8. Pictures of Life
9. Seeing Red
10. Goodbye

Sites:





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MIRZA

GOSOTSA - O Sol tá Maior III

Maledettos