Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2019

Sadistic Messiah - Sadistic Messiah

Imagem
“Pray for Sadistic Messiah Feed the Sadistic Messiah Bleed for the Sadistic Messiah”
Fãs do Thrash Metal oitentista podem se preparar: o SADISTIC MESSIAH, nova banda do gênero, está surgindo para engrossar as fileiras dos excelentes grupos do cenário nacional. Pois bem, a banda acabou de lançar o primeiro Single e já mostra sua capacidade, fúria e potência. Sabemos que é um grupo de São Paulo, formado em outubro de 2018, mas quem são seus componentes??? Segredo de estado e sem qualquer divulgação até o presente momento. Talvez isso pouco importe. O que é relevante, de fato, é a competência dos rapazes. Riffs afiados, velocidade, baixo potente e vocais agressivos com timbre mais agudo. Lembra algo do DESTRUCTION da fase do “Infernal Overkill”. Um cuidado na qualidade de gravação tornaria a obra ainda mais poderosa. Que venham mais Singles e um Full é mais do que bem-vindo. – Nota: 8
Faixas:
1. Sadistic Messiah
Facebook YouTube


Pagan Throne - Pagan Empire

Imagem
Não é a primeira vez que os cariocas do PAGAN THRONE aparecem aqui no VIOLENT NOISE. E é sempre um prazer imenso quando podemos escrever sobre esta que é uma das grandes bandas do cenário metálico nacional e, sem sombra de dúvidas, uma das mais respeitadas no estilo que executa.
“Pagan Empire” é um material lançado em 2017 e ainda vem com as últimas 3 faixas extras e que fazem parte do EP “Pagan Heart”. Mais do que uma surpresa, acaba sendo um presente muito grande aos amantes do estilo e da banda.
O que encontramos neste material? Bela capa, boa qualidade de gravação, músicas excelentes e nitidamente bem trabalhadas e bem pensadas, técnica, bons vocais, muita melodia e composições executadas com muito sentimento. E o grupo aqui mostra que sabe ousar, pois deixam a fúria do Pagan Black Metal de lado e executam um Folk Metal maravilhoso.
A obra conta com diversos músicos e vocalistas convidados e que tornam este EP ainda mais grandioso. O uso das flautas em composições como “Kingdom Ri…

1782 - She Was a Witch

Imagem
Prato cheio aos amantes do Doom Metal, o 1782 é um Duo que faz um som que nos remete a bandas como BLACK SABBATH lá do começo de carreira, especialmente no que diz respeito aos riffs lentos, pesados e obscuros. “She Was a Witch” é um Single lançado em 2019 pela Electric Valley Records, um selo especializado em gêneros como o Doom, Stoner e o Psychedelic Rock. O ouvinte aqui vai se deparar com praticamente 5 minutos de música em um clima que soa soturno, mas que poderia também apresentar mais melancolia. Isso certamente tornaria a música ainda mais grandiosa. A qualidade de gravação fica um pouco a desejar e as vocalizações não empolgam tanto assim. Marco (guitarra, baixo e voz) e Gabriele (bateria e voz) são os mentores deste projeto e também tocam na RAIKINAS, banda de Stoner/Psych. Resta-nos aguardar a vinda do Full. Nitidamente a dupla soa promissora. – Nota: 8

Faixas:
1. She Was a Witch
Facebook Bandcamp Instagram







Hellblazer - Fardo

Imagem
Em 2015 nasce o HELLBLAZER, quinteto de Deathcore formado em Bertioga/SP. Fazem um trabalho bem pesado, agressivo, com letras em português e que retratam o caos, a violência, o suicídio e a depressão. “Fardo” é, na realidade, o primeiro EP destes rapazes. Lançado em 2018 e gravado e mixado por Caio D’Angelo, baterista do CLAUSTROFOBIA, a obra faz uma estreia marcante. O ouvinte irá encontrar riffs bem pesados, voz gutural, trechos mais acelerados e 5 composições bastante furiosas. Lançaram também um clipe bem produzido para a música “Medo”.Em função do vocal apresentar um gutural bastante potente, em alguns momentos fica um pouco difícil a compreensão da letra. Fãs de sons extremos ficarão muito satisfeitos com o resultado. Confiram. – Nota: 8
Faixas:
1. Falsas Verdades 2. Cartilhas da Tristeza 3. Medo 4. Fardo 5. Ódio
Facebook YouTube Spotify


MIRZA

Imagem
É com grande orgulho e honra que anunciamos nossa primeira entrevista de 2019 no VIOLENT NOISE. E para iniciarmos o ano com chave de ouro, a banda convidada é um trio de São Paulo que faz um som diferenciado e bastante original. Com vocês: MIRZA, um grupo formado por Kêco Geronimo (viola e voz), Marcos Paulo Geronimo (bateria) e Adriano Ticiano (baixo). Conversamos com o Kêco que nos deu diversas informações sobre o grupo e nos detalhou assuntos como o surgimento da banda, a escolha do nome e os planos futuros.
Confiram a entrevista e vamos apoiar o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos através do e-mail: kec0.ger0nim0@hotmail.com
Apreciem!!
Quando e como a banda surgiu?
Kêco: No final de 2014, começo de 2015. Antes era um duo, só eu e meu irmão na bateria. A intenção era conseguir ser pesado sem distorção nenhuma. Eu tinha uma viola caipira em casa e resolvi usar. Liguei para ele e perguntei: “Quer fazer som pesado com uma viola?”. Ele respondeu com outra pergunta…

Walk the Wreckage - Visceral

Imagem
Vez ou outra nos deparamos com pérolas do mundo do Rock. E uma destas veio até o VIOLENT NOISE e nos proporcionou intensa satisfação. Diretamente de Baltimore, Estados Unidos, surge o Power Trio WALK THE WRECKAGE. Lançaram algumas demos e no início de 2018 aparecem com “Visceral”, o primeiro e único EP até o momento. Trampo independente, capa interessante, som profundamente pesado e bem feito. Trata-se de um Progressive Groove Metal (cada vez criam mais gêneros no Metal) totalmente instrumental. O ouvinte irá se deparar com um material com ótima qualidade de gravação, 3 composições eficazes e empolgantes tendo como grande destaque uma bateria pesadona, uma guitarra marcante e algumas variações de ritmo. "Perigee” é a composição que mais chamou a atenção. O grupo busca um segundo guitarrista e um vocalista. Torçamos para que este possível acréscimo na formação contribua com uma energia tão forte quanto a que eles possuem no momento. OUÇA!!! – Nota: 9
Faixas:
1. Weather the Storm 2. P…

Ashtray - Sign of Oppression

Imagem
Todos nós conhecemos alguma banda que é pequena, pouco conhecida, mas que parece já nascer grande. Pois é exatamente este o caso do ASHTRAY, banda de Vila Velha/ES que executa um Thrash Metal muito bem feito e cheio da energia que este estilo sempre requer. E exatamente há um ano, o grupo lançou “Sign of Oppression”, um Full contendo 10 excelentes composições. Vamos nos deparar com uma ótima qualidade de gravação, riffs bem feitos, baixo bem audível, agressividade e peso. Thrash Metal competente resultando em um trabalho grandioso. Destaques: “Damned to Experiments” é rápida e brutal; “Terror” é uma música muito boa; a ousada, lenta e melancólica “Drowning on Deep Madness”; “Embalming”, uma composição com riffs de guitarra distorcidos e que soam soturnos. Futuro promissor e garantido se continuarem seguindo este caminho. Não há dúvidas. Fãs de Thrash Metal confiram o quanto antes. Mais do que recomendado. – Nota: 9
Faixas:
1. Killing State 2. Damned to Experiments 3. Terror 4. Aggressive I…

Soulsad - Two Funerals

Imagem
“Give me one more time, one more try One more chance to say goodbye Change my life or let me die ...” Funeral Two: Mother
Banda nacional formada em 2003 e as atividades foram suspensas em 2008. Retornaram em 2018 e já nos deram um presentão com este EP, que é o único material lançado até o momento. “Two Funerals” contém 03 belíssimas composições e o ouvinte irá se deparar com melodias lentas, tristes e fúnebres, vocais cheios de agonia, letras depressivas e tudo absolutamente feito com muito sentimento e emoção. Um deleite aos fãs do Doom Metal e aos que apreciam sons melancólicos. A banda hoje é composta por apenas dois membros: Rafael Sade (vocais, piano, teclados, letras e arranjos) e Daviid Amorim (guitarra, baixo e bateria). O destaque fica por conta da música “Funeral Two: Mother”, a última e mais longa composição do trampo. Não podemos deixar de mencionar a sensacional arte da capa que ficou a cargo de Jéssica de Araújo. Item indispensável e fundamental aos amantes do estilo. – Not…

Phrygia - Control

Imagem
Progressive Metal vindo diretamente de Recife, estes rapazes produzem uma sonoridade bem feita demais e prazerosa em se escutar. “Control” é o primeiro EP da banda e possui 03 composições. São praticamente 15 minutos de música e encontramos melodia, riffs fortes, solos vigorosos, peso e boas vocalizações. “Lost Mind” abre o trampo e é uma introdução perfeita: climática, misteriosa e tem um toque melancólico; “Blind” tem riffs pesados e marcantes; “Battlefield PT1”, a melhor composição da obra, traz um trabalho de guitarra muito bem executado e solos maravilhosos. Sinceramente esses meninos vão longe se continuarem mantendo o mesmo pique deste EP. E imaginamos que irão trilhar este caminho. Confira, pois é som obrigatório para apreciadores da boa música pesada. – Nota: 8

Faixas:
1. Lost Mind 2. Blind 3. Battlefield PT1
Facebook YouTube








Enblood - Cast to Exile

Imagem
É diretamente das terras portuguesas que surge o ENBLOOD, um quarteto que executa um Death Metal cheio de técnica, rapidez e alguns toques de melodia. Formado em 2015, o grupo lançou apenas um Single e em 2018 aparece com “Cast to Exile”, o primeiro e único Full até o momento.
Belíssima surpresa ao mundo do Underground e do Metal Extremo, em especial aos admiradores do Death  Metal. Trata-se de uma obra bem executada, com 11 ótimas composições e um total de quase 50 minutos de duração, além de uma respeitável qualidade de gravação.
O ouvinte irá encontrar muita rapidez, uma bateria extremamente veloz e pesada, riffs rápidos, solos precisos, um baixo forte e que se destaca bastante, vocalizações agressivas e com timbres que vez ou outra se alternam. Imaginem tudo isso aliado a uma técnica notável. Uau! Parece que estamos diante de uma grande promessa. Parece não. De fato, estamos.
Seguem os destaques: “Pantheon of Solitude”, uma abertura que já prepara nossos ouvidos para o que está po…