Postagens

Mostrando postagens de 2019

Kadabra

Imagem
É com grande honra e orgulho que, mais uma vez, recebemos a visita do KADABRA no VIOLENT NOISE para uma nova entrevista. Este Power Trio de Vinhedo/SP vem não somente se destacando, mas também crescendo com o seu Heavy/Thrash Metal bem feito e muito bem elaborado. Tivemos uma breve e proveitosa conversa com Paulo Bertoni, o guitarrista/vocalista, e ele nos esclareceu diversos pontos a respeito do grupo: mudança de formação, lançamento do novo álbum, clipe novo e até a situação política afetando o cenário Underground.
Confiram a entrevista e vamos apoiar o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos no Facebook oficial do grupo.
Apreciem, divulguem e prestigiem!
Faz pouco mais de um ano e meio que conversamos com o KADABRA. Houve uma modificação na formação do grupo, pois o baterista Marcos Frasão não faz mais parte do Lineup. Qual foi o impacto desta saída e como foi achar um novo batera?
Paulo: O Marcos saiu da banda sem problemas pessoais. O que rolou foi aquela velha h…

Kill! - Shinning Man

Imagem
É com grande orgulho que mais uma vez o KILL!, trio oriundo de Jundiaí que faz um Rock alternativo mesclado com elementos do Grunge, aparece em nosso espaço. E desta vez com “Shinning Man”, mais um Single e que conta com o apoio do VIOLENT NOISE em seu lançamento. “Home”, o Single anterior, já apresentava um som pesado com doses de melodia. Aqui temos algo mais ou menos parecido, mas com uma pegada bem mais pesada e uma energia intensa. A cozinha instrumental é eficaz e funcional apresentando riffs agradáveis, baixo forte e audível e bateria dando peso e ritmo adequados. As vocalizações de Felipe Bueno também se enquadram bem na proposta do estilo e a composição tem ainda um refrão que é ligeiramente grudento, sem ser chato, cansativo ou até mesmo apelativo. Diga-se de passagem que tal feito não é simples de se fazer. Soar pesado e, ao mesmo tempo, acessível. É uma sonoridade deliciosa de se ouvir. Recomendado aos amantes do bom Rock recheado de energia, força e modernidade. Confiram!…

Vultura - Hollow Sky

Imagem
Creio que já tenhamos escrito o que aqui irei escrever. Não faz mal, pois é uma afirmativa que merece ser repetida exaustivamente. O cenário Underground nos surpreende a todo instante com bandas excelentes. Há audições que são surpresas valiosas. E podemos afirmar isso para o caso do VULTURA, quarteto brasileiro que executa um Rock/Stoner pesadão, cheio de melodia e aparece com “Hollow Sky”, seu PRIMEIRO Single. Se o primeiro registro é assim tão bom, não conseguimos sequer imaginar como serão os vindouros. Não pensem que eles criaram uma fórmula nova. De forma alguma, mas fazem o que já ouvimos de maneira impactante e tocando com alma, não apenas com talento. Pouco mais de 5 minutos de audição em que temos uma cozinha instrumental bem dosada, entrosada, coesa, com riffs fortes, solo competente, doses de melancolia e vocalizações cheias de vigor. Uma sonoridade que nos remete ao BLACK SABBATH. A música é uma alegoria sobra a ansiedade e depressão, a busca de respostas e o vazio que o …

Introspection - Nihilistic Hatred

Imagem
Banda nacional de Maceió que faz uma mistura de Death e Black Metal e já lançou 3 demos e dois Fulls. “Nihilistic Hatred” é o terceiro álbum e foi lançado em 2018. Com um total de 8 composições, o ouvinte irá se deparar com uma sonoridade brutal, veloz, forte e absolutamente extrema. Tudo funciona muito bem, mas dá para destacarmos os riffs gélidos e soturnos e a bateria frenética e pesadona. É tiro certeiro para agradar aos fãs do estilo. Melhores composições: “Geisteswissenschaft 1945” e “Fire Empire”. A faixa título rendeu um clipe oficial que é bem bacana e vale conferir. Uma curiosidade interessante a relatar é que o grupo reside atualmente na Rússia. Confira urgente e cuidado para não quebrar o pescoço. – Nota: 9
Faixas:
1. In the Curse of War 2. Nihilistic Hatred 3. Geisteswissenschaft 1945 4. Nuclear Annihilation 5. The Nihilist 6. Forgotten Glory 7. Voina 8. Fire Empire
Facebook Bandcamp


Head Krusher

Imagem
O HEAD KRUSHER é a banda entrevistada deste mês no VIOLENT NOISE. Grupo de peso e de uma brutalidade gigantesca, estes representantes do Thrash/Death Metal nacional nos brindaram com sua ilustre presença. Douglas Couto, guitarrista e vocal, nos respondeu aos diversos questionamentos e esclareceu alguns pontos: começo de tudo, escolha do nome e logotipo, mudança de formação, resultado do lançamento do novo material e diversos outros assuntos.
Confiram a entrevista e vamos apoiar o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos no Facebook oficial do grupo.
Apreciem, divulguem e prestigiem!
Como foi o início da banda?
Douglas: Saudações a todos.
A banda surgiu em 2005, das cinzas de outra banda chamada PERPECTUAL HATE, que foi um embrião para a HEAD KRUSHER. No mesmo ano gravamos nossa primeira demo chamada “Disorder”. Em 2008 lançamos “Deskontroll”, o primeiro play e em 2012 “Hellvenge”. Depois disso veio o “Inner Curse” (2015) e recentemente, em 2018, “Extinction Light”.
De o…

Amorfo - Desprezível Truculento

Imagem
Grupo de Diadema/SP que vem se destacando consideravelmente no cenário Underground e que faz um som bastante furioso, rápido, pesado e agressivo, o AMORFO está na estrada desde 2015 e executa uma sonoridade que reúne gêneros como Crossover, Hardcore, Crust e Thrash Metal. Em 2019 lançaram um álbum ao vivo e logo depois o EP chamado “Desprezível Truculento”, material muito bem gravado e que tem 5 ótimas composições. O ouvinte irá aqui encontrar, além do peso e velocidade, uma energia extrema e intensa que traz uma cozinha instrumental entrosada e vocalizações marcantes. Os destaques ficam a cargo das seguintes composições: “Assolando Vidas”, uma abertura excelente com letras cheias de protesto; “Dedo Podre”, veloz e brutal; “Revide o Algoz”, a canção mais longa do trabalho e com algumas variações de ritmo. Fãs do estilo e seguidores do grupo devem conferir rapidamente. Obra de grande relevância na representação do gênero. – Nota: 9
Faixas:
1. Assolando Vidas 2. Dedo Podre 3. Aberração 4. Re…

Invokaos - Black Cobra

Imagem
INVOKAOS novamente presente no VIOLENT NOISE e, desta vez, anunciando um Single que antecede ao lançamento do álbum “Retirantes do Holocausto”. Depois do ótimo “Fúria Manifesta”, o primeiro EP, o quarteto ressurge com a faixa chamada “Black Cobra”. Nitidamente o ouvinte que vem acompanhando o grupo percebe não somente o amadurecimento musical, mas também a técnica que se mostra mais apurada. E fazem isso sem necessariamente mudar a fórmula do negócio. Continuam com uma sonoridade extrema e agressiva que resulta num Death Metal que nem é tão rápido assim, mas absurdamente pesado. A cozinha instrumental está muito boa, mas o destaque fica por conta dos riffs fortes e brutais do guitarrista Alexandre Jansen. As vocalizações do Bruno Bacchiega estão na mesma pegada dos outros trabalhos, ou seja, o uso intenso dos guturais, característica essa que é funcional para este estilo. A utilização de solos de guitarra pode tornar o trabalho ainda mais grandioso. Um detalhe interessante que deve ta…

Riffcoven - Cursed

Imagem
Este Power Trio de Jundiaí/SP já apareceu aqui no VIOLENT NOISE. E é um orgulho imenso falarmos do RIFFCOVEN mais uma vez. Lançaram recentemente este EP chamado “Cursed”, obra caprichada demais e que contém 3 músicas poderosas. Certamente se a gente tivesse que descrever o grupo em uma única palavra, ela seria PESO. Isso mesmo, a sonoridade soa excessivamente pesada e, em alguns momentos, lembra o melhor da escola do BLACK SABBATH. É um Stoner muito bem tocado, cheio de intensidade e vigor. A cozinha instrumental é alinhadíssima: baixo robusto, riffs e solos muito bem feitos, bateria que complementa e intensifica o peso da sonoridade, vocalizações potentes e que se encaixam perfeitamente na proposta musical. “Feiticeiros do Riff”, a primeira faixa e a única cantada em português, é um verdadeiro hino. Logo depois o ouvinte se depara com “Cursed”, a faixa título e que traz um solo de guitarra que surpreende bastante. “Dope Riders” é a última composição e tem riffs excelentes, mas menos …

Sercati - Devoted, Demons and Mavericks

Imagem
Diretamente da Bélgica, terra de nomes como ENTHRONED e ACID, surge o SERCATI, grupo de Black Metal formado em 2009. “Devoted, Demons and Mavericks” é o terceiro Full da carreira do grupo e eles mandam bem demais nas 11 excelentes composições que fazem parte do trabalho. Fugindo do Black Metal Old School, a sonoridade aqui é repleta de melodia e podemos até mesmo afirmar que há uma veia mais acessível. Tarefa árdua conseguir tal resultado. Lançado pelo selo WormHoleDeath, a obra tem tudo para agradar aos fãs de Metal, desde os fanáticos por música extrema aos que apreciam um som pesado e bem feito sem necessariamente se preocupar com subgêneros ou rótulos. Encontramos aqui peso, riffs excelentes, bons solos, vocais guturais com timbre um pouco mais agudo, baixo marcando forte e pesado, alternância de ritmos e muita melodia. Em alguns momentos o vocal soa um pouco estranho, mas não compromete a obra de forma alguma. Sinceramente fica até um pouco complicado eleger algum destaque, pois …

Woest - Le Gouffre

Imagem
Grupo francês que está na ativa desde 2016 e que executa um Black Metal com elementos do Industrial e Doom Metal. Até o momento lançaram dois Fulls: “La Fin de l’ère Sauvage” (2017) e “Le Gouffre” (2018), que é o álbum que iremos aqui comentar. O som é interessante, mas não foge tanto ao que já comumente conhecemos: bateria veloz, guitarras distorcidas, predominância de vocal gutural. Encontramos também pitadas de melancolia em um ou outro momento e vozes mais limpas e operísticas que fazem contraposição aos guturais. A qualidade de gravação poderia ser um pouquinho melhor, mas não compromete o brilho da obra quando analisada como um todo. Fanáticos por Black Metal irão, com certeza, gostar bastante. É um grupo que merece ser conferido e até mesmo é válido acompanharmos a carreira. “Vagues du Styx” encerra o trampo com chave de ouro, pois é a melhor composição. Músicas cantadas na língua natal. Que venha logo o próximo Full. – Nota: 8
Faixas:
1. Éveil 2. Le Grouffre 3. Ô Vide Éternel 4. À …

Carniça

Imagem
Nova entrevista aqui no VIOLENT NOISE. É uma honra imensa recebermos o CARNIÇA, grupo de Death/Thrash Metal nacional que muito bem representa o som extremo no nosso país.Falamos com o Parahim Neto, o guitarrista do grupo, e ele nos relatou alguns momentos da banda: começo de tudo, encerramento temporário das atividades, tributo ao RUNNING WILD, lançamento do último álbum e outros diversos assuntos.
Confiram a entrevista e vamos apoiar o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos no Facebook oficial do grupo.
Apreciem, divulguem e prestigiem!
O grupo surgiu em abril de 91. Como se deu a ideia de formar a banda?
Parahim: A CARNIÇA já existia enquanto projeto antes de abril, mas foi nesse momento que eu e o Marlo, que já vínhamos ensaiando juntos, realizamos uma jam session com Mauriano e o então baixista Márcio Veeck num feriado de abril. Nesse dia tudo se encaixou e aí recebemos o convite pra formarmos juntos a banda definitivamente.
Como foi a escolha do nome?
Parahim: Na…