Postagens

Mostrando postagens de 2019

Pedro Farinazzo - Winterstorm

Imagem
Natural de Juiz de Fora – Minas Gerais, PEDRO FARINAZZO já passou por diversas bandas em sua cidade e possui uma One Man Band chamada ENHARMONIC KHAOS. O rapaz investe agora em seu mais novo projeto e aposta em uma sonoridade onde se mesclam elementos do Progressive Metal e Metalcore. O resultado disso é “Winterstorm”, um EP lançado em 11 de dezembro de 2018 e que conta com 6 excelentes composições de extremo bom gosto. Praticamente tudo é executado por ele mesmo, ou seja, uma nova One Man Band, mas que aqui leva seu próprio nome. Destacam-se os vocais que se alternam entre os limpos e os guturais, solos cheios de melodia, doses de melancolia, passagens mais climáticas e mudanças de ritmo bem frequentes. Essa estrutura me lembrou um pouco o VINTERSORG, embora a proposta sonora do PEDRO FARINAZZO seja um pouco distinta. “Ressurection”, a composição mais longa da obra, chama bastante a atenção. É um trabalho muito interessante e que merece ser acompanhado de perto. A arte da capa também…

Phoenix Rage - The Five Horsemen

Imagem
Banda italiana formada em 2016 e que faz sua estreia com o álbum “The Five Horsemen”, um trabalho pesado, poderoso e que bem representa o Heavy Metal dos anos 80 em sua melhor performance. Tudo aqui soa bem feito: são 7 composições cheias de técnica e habilidade, riffs certeiros e rápidos, solos com muita melodia, baixo bastante audível, bateria pesada e vocalizações potentes, harmônicas e marcantes. A banda é competente e a estreia é IMPECÁVEL. Tarefa complicada eleger qualquer tipo de destaque, mas chamam a atenção as músicas “Escape”, “Lost My Way” e “Death Scar”, a composição mais longa e talvez mais ousada do trabalho. Em determinados momentos conseguimos identificar sonoridades que nos remetem a bandas como MAIDEN e JUDAS PRIEST em suas melhores fases. Sinceramente falando, uma obra que não pode e nem deve passar despercebida. Dar a nota máxima ainda parece muito pouco. Confiram urgente. – Nota: 10
Faixas:
1. The Five Horsemen 2. Death is Coming 3. Escape 4. Lost My Way 5. For Eternit…

El Santo Asesino

Imagem
Mais uma entrevista de peso aqui no VIOLENT NOISE. Desta vez conversamos com Danilo Gonzalez, guitarrista e vocalista do EL SANTO ASESINO, duo que executa um Death/Grindcore furioso e bastante extremo. Nesta breve conversa, Danilo nos contou um pouco da trajetória da banda, falou sobre a repercussão do primeiro EP, comentou sobre os planos para o futuro e outros detalhes diversos. 
Confiram a entrevista e vamos apoiar o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos através do Facebook Oficial do grupo.
Apreciem!
O grupo surgiu em 2013. Como tudo começou?
Danilo: Eu gravei a primeira demo “Inimigo do Meu Inimigo" meio na brincadeira. Tinha comprado uns equipamentos, queria testar e acabei gravando. Mostrei para o baixista Mike Miranda. A gente tinha tocado em outras bandas antes... ele gostou tanto que na hora ele falou: “Mano, vamos montar uma banda e tocar esses sons tudo!!”. Eu não estava muito na pegada, mas aí ele acabou me convencendo - rs. Estamos aí na correria d…

Spectre - Silver Invaders

Imagem
O SPECTRE é uma One Man Band da Austrália que executa um Heavy Metal na linha oitentista e nos traz, neste Single, duas ótimas composições. O mentor do projeto é Will Spectre, que também é membro de bandas não muito conhecidas no Brasil como SPACE RAVEN, DRACULA e TORPEDO, além de ser proprietário da gravadora Heavy Chain Records. O material é muito bom, mas tem como ponto negativo a qualidade de gravação. Destaques: solos muito bem feitos e um vocal consistente. Este é o primeiro registro do projeto e foi lançado em 2017. Em 2018 ressurge com “Hard Attacks”, mais um Single. O lançamento de um Full parece ser interessante. Indicadíssimo aos amantes do Heavy Metal. Acompanhem. – Nota: 8
Faixas:
1. Silver Invaders 2. Stand Alone
Bandcamp


Sadistic Messiah - Sadistic Messiah

Imagem
“Pray for Sadistic Messiah Feed the Sadistic Messiah Bleed for the Sadistic Messiah”
Fãs do Thrash Metal oitentista podem se preparar: o SADISTIC MESSIAH, nova banda do gênero, está surgindo para engrossar as fileiras dos excelentes grupos do cenário nacional. Pois bem, a banda acabou de lançar o primeiro Single e já mostra sua capacidade, fúria e potência. Sabemos que é um grupo de São Paulo, formado em outubro de 2018, mas quem são seus componentes??? Segredo de estado e sem qualquer divulgação até o presente momento. Talvez isso pouco importe. O que é relevante, de fato, é a competência dos rapazes. Riffs afiados, velocidade, baixo potente e vocais agressivos com timbre mais agudo. Lembra algo do DESTRUCTION da fase do “Infernal Overkill”. Um cuidado na qualidade de gravação tornaria a obra ainda mais poderosa. Que venham mais Singles e um Full é mais do que bem-vindo. – Nota: 8
Faixas:
1. Sadistic Messiah
Facebook YouTube


Pagan Throne - Pagan Empire

Imagem
Não é a primeira vez que os cariocas do PAGAN THRONE aparecem aqui no VIOLENT NOISE. E é sempre um prazer imenso quando podemos escrever sobre esta que é uma das grandes bandas do cenário metálico nacional e, sem sombra de dúvidas, uma das mais respeitadas no estilo que executa.
“Pagan Empire” é um material lançado em 2017 e ainda vem com as últimas 3 faixas extras e que fazem parte do EP “Pagan Heart”. Mais do que uma surpresa, acaba sendo um presente muito grande aos amantes do estilo e da banda.
O que encontramos neste material? Bela capa, boa qualidade de gravação, músicas excelentes e nitidamente bem trabalhadas e bem pensadas, técnica, bons vocais, muita melodia e composições executadas com muito sentimento. E o grupo aqui mostra que sabe ousar, pois deixam a fúria do Pagan Black Metal de lado e executam um Folk Metal maravilhoso.
A obra conta com diversos músicos e vocalistas convidados e que tornam este EP ainda mais grandioso. O uso das flautas em composições como “Kingdom Ri…

1782 - She Was a Witch

Imagem
Prato cheio aos amantes do Doom Metal, o 1782 é um Duo que faz um som que nos remete a bandas como BLACK SABBATH lá do começo de carreira, especialmente no que diz respeito aos riffs lentos, pesados e obscuros. “She Was a Witch” é um Single lançado em 2019 pela Electric Valley Records, um selo especializado em gêneros como o Doom, Stoner e o Psychedelic Rock. O ouvinte aqui vai se deparar com praticamente 5 minutos de música em um clima que soa soturno, mas que poderia também apresentar mais melancolia. Isso certamente tornaria a música ainda mais grandiosa. A qualidade de gravação fica um pouco a desejar e as vocalizações não empolgam tanto assim. Marco (guitarra, baixo e voz) e Gabriele (bateria e voz) são os mentores deste projeto e também tocam na RAIKINAS, banda de Stoner/Psych. Resta-nos aguardar a vinda do Full. Nitidamente a dupla soa promissora. – Nota: 8

Faixas:
1. She Was a Witch
Facebook Bandcamp Instagram







Hellblazer - Fardo

Imagem
Em 2015 nasce o HELLBLAZER, quinteto de Deathcore formado em Bertioga/SP. Fazem um trabalho bem pesado, agressivo, com letras em português e que retratam o caos, a violência, o suicídio e a depressão. “Fardo” é, na realidade, o primeiro EP destes rapazes. Lançado em 2018 e gravado e mixado por Caio D’Angelo, baterista do CLAUSTROFOBIA, a obra faz uma estreia marcante. O ouvinte irá encontrar riffs bem pesados, voz gutural, trechos mais acelerados e 5 composições bastante furiosas. Lançaram também um clipe bem produzido para a música “Medo”.Em função do vocal apresentar um gutural bastante potente, em alguns momentos fica um pouco difícil a compreensão da letra. Fãs de sons extremos ficarão muito satisfeitos com o resultado. Confiram. – Nota: 8
Faixas:
1. Falsas Verdades 2. Cartilhas da Tristeza 3. Medo 4. Fardo 5. Ódio
Facebook YouTube Spotify


MIRZA

Imagem
É com grande orgulho e honra que anunciamos nossa primeira entrevista de 2019 no VIOLENT NOISE. E para iniciarmos o ano com chave de ouro, a banda convidada é um trio de São Paulo que faz um som diferenciado e bastante original. Com vocês: MIRZA, um grupo formado por Kêco Geronimo (viola e voz), Marcos Paulo Geronimo (bateria) e Adriano Ticiano (baixo). Conversamos com o Kêco que nos deu diversas informações sobre o grupo e nos detalhou assuntos como o surgimento da banda, a escolha do nome e os planos futuros.
Confiram a entrevista e vamos apoiar o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos através do e-mail: kec0.ger0nim0@hotmail.com
Apreciem!!
Quando e como a banda surgiu?
Kêco: No final de 2014, começo de 2015. Antes era um duo, só eu e meu irmão na bateria. A intenção era conseguir ser pesado sem distorção nenhuma. Eu tinha uma viola caipira em casa e resolvi usar. Liguei para ele e perguntei: “Quer fazer som pesado com uma viola?”. Ele respondeu com outra pergunta…

Walk the Wreckage - Visceral

Imagem
Vez ou outra nos deparamos com pérolas do mundo do Rock. E uma destas veio até o VIOLENT NOISE e nos proporcionou intensa satisfação. Diretamente de Baltimore, Estados Unidos, surge o Power Trio WALK THE WRECKAGE. Lançaram algumas demos e no início de 2018 aparecem com “Visceral”, o primeiro e único EP até o momento. Trampo independente, capa interessante, som profundamente pesado e bem feito. Trata-se de um Progressive Groove Metal (cada vez criam mais gêneros no Metal) totalmente instrumental. O ouvinte irá se deparar com um material com ótima qualidade de gravação, 3 composições eficazes e empolgantes tendo como grande destaque uma bateria pesadona, uma guitarra marcante e algumas variações de ritmo. "Perigee” é a composição que mais chamou a atenção. O grupo busca um segundo guitarrista e um vocalista. Torçamos para que este possível acréscimo na formação contribua com uma energia tão forte quanto a que eles possuem no momento. OUÇA!!! – Nota: 9
Faixas:
1. Weather the Storm 2. P…

Ashtray - Sign of Oppression

Imagem
Todos nós conhecemos alguma banda que é pequena, pouco conhecida, mas que parece já nascer grande. Pois é exatamente este o caso do ASHTRAY, banda de Vila Velha/ES que executa um Thrash Metal muito bem feito e cheio da energia que este estilo sempre requer. E exatamente há um ano, o grupo lançou “Sign of Oppression”, um Full contendo 10 excelentes composições. Vamos nos deparar com uma ótima qualidade de gravação, riffs bem feitos, baixo bem audível, agressividade e peso. Thrash Metal competente resultando em um trabalho grandioso. Destaques: “Damned to Experiments” é rápida e brutal; “Terror” é uma música muito boa; a ousada, lenta e melancólica “Drowning on Deep Madness”; “Embalming”, uma composição com riffs de guitarra distorcidos e que soam soturnos. Futuro promissor e garantido se continuarem seguindo este caminho. Não há dúvidas. Fãs de Thrash Metal confiram o quanto antes. Mais do que recomendado. – Nota: 9
Faixas:
1. Killing State 2. Damned to Experiments 3. Terror 4. Aggressive I…