Melyra


O MELYRA é uma banda de Heavy Metal feminino surgida no Rio de Janeiro. Formada em 2012, essas meninas fazem um som forte, pesado e com influências do Metal dos anos 80. Em 2014 lançaram o EP “Catch Me If You Can” e agora estão prestes a lançar “Saving You From Reality”, o novo trabalho. É com honra e orgulho que o VIOLENT NOISE realiza essa rápida entrevista com essas guerreiras do Metal. Elas irão nos contar detalhes como o surgimento do grupo, as influências musicais, a visão do Underground e outros aspectos.

Confiram a entrevista e vamos apoiar o nosso Underground. Demais detalhes também podem ser obtidos no Facebook oficial da banda.    

Conte-nos como tudo começou.

Melyra: A banda surgiu entre meninas com um interesse em comum: fazer música. Fomos nos "recrutando", entendendo quais eram os gostos musicais de cada uma e procurando onde poderíamos chegar com isso. O meio termo e o senso comum foi sendo criado e lapidado. Começamos com covers clássicos como Black Sabbath, Metallica e Megadeth, porém rapidamente viramos uma banda autoral, pois o interesse em levar o trabalho para frente começou a surgir. Compusemos nosso EP “Catch Me If You Can” em meados de 2013 e o mesmo foi lançado em 2014. Algumas mudanças de formação e cá estamos comemorando 6 anos de banda e lançando “Saving You From Reality”, nosso novo álbum!

De onde veio o nome e qual seu significado?

Melyra: O nome surgiu de um "brainstorming" entre diferentes palavras e abreviações. Soa forte, porém feminino e o significado é algo marcante e feminino.

Quais as influências sonoras do grupo?

Melyra: Possuímos influências diversas que vão do Heavy Metal tradicional passando pelo Thrash Metal. Passa ainda por Rock clássico e suas vertentes. Podemos citar sempre bandas muito influentes no nosso som como o Black Sabbath, Metallica, Iron Maiden, Dio dentre outras bandas. Cada uma de nós carrega uma influência pessoal que se traduz no nosso som.

Vocês acabaram de lançar o “Saving You From Reality”, o novo álbum. Como aconteceu esse lançamento e qual foi a repercussão dele?

Melyra: O CD irá ser lançado no final de outubro, mais precisamente no dia 31. As pessoas que compraram o download antecipado através do nosso financiamento coletivo já tiveram acesso exclusivo e o feedback tem sido muito foda e positivo! Agora estamos ansiosas para colocar esse trabalho no mundo e compartilhar com todos esse CD que foi feito com tanto carinho e dedicação.



A arte gráfica deste novo trabalho é fantástica. Como chegaram a essa concepção?

Melyra: A arte foi feita pelo grande e talentoso artista Carlos Fides, responsável por capas de artistas fantásticos como o Almah e Noturnall por exemplo! A capa traduz exatamente o nosso trabalho atual com o Mummy, nosso mascote, voltando bem forte e disposto a enfrentar os mistérios do labirinto! Elementos fantásticos podem ser vistos ao redor dele. As cores também são muito expressivas e traduzem bem o sentimento que queremos expressar através do álbum.

Mulheres tocando Heavy Metal. Quais dificuldades enfrentam ou já enfrentaram neste aspecto?

Melyra: Olha, dificuldade não seria bem a definição certa. Às vezes enfrentamos mais a "dúvida" do que de fato dificuldade. Dúvida seriam pessoas duvidando que o show irá ser bom, por exemplo, por sermos uma banda inteira de mulheres tocando Metal. Vemos algumas vezes pessoas de braços cruzados no início do show, com aquela pose de "análise", mas na segunda música o sujeito costuma já estar batendo cabeça! Não é raro ao final do show o mesmo sujeito nos procurar para elogiar o som!

Underground no Brasil é...

Melyra: Luta, suor, esforço e dedicação! É ir atrás mesmo sem apoio. É acreditar, se envolver, se engajar e mergulhar de cabeça naquilo que se acredita! O Underground deve se unir e permanecer unido sempre!

Vamos finalizar nossa conversa e o espaço é de vocês. Aproveitem e deixem um recado aos seus fãs, seguidores e admiradores do Metal.

Melyra: Obrigada a todos pelo carinho e por acompanhar, não só a nossa banda, mas todas as bandas que, assim como nós, dão duro e correm atrás! É por vocês que a roda gira sempre! Obrigada mesmo por quererem sempre mais!! Obrigada de coração por acreditarem em nossos sonhos! É só o começo!!

Fotos: Arquivo da banda


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Iron Kobra - Kerker & Drachen

Initiate Decay - Awaken the Extinction

Invokaos - Entrevista com Alexandre Jansen